Novidades nos apps modernos.

Windows 8.1 Update: outro passo para agradar quem usa teclado e mouse

Por
10/4/14, 12h58 6 min 7 comentários

O Windows 8.1 Update avança mais um pouco para fechar o círculo que começou com o Windows 8, avançou com o Windows 8.1 e caminha, com a volta do menu Iniciar e apps modernos em janelas flutuantes, para seu fechamento em breve — em outras palavras, para voltar ao local de onde saiu. Já disponível gratuitamente via download a todos os usuários do Windows 8 e 8.1, instalei a atualização aqui e mexi um pouco nela para contar o que, afinal, mudou.

Não fique decepcionado, mas se você sempre ignorou os apps modernos, não mudou nada. Mais detalhes a seguir.

O círculo do Windows 8

Pouca gente que usa computadores com mouse/touchpad e teclado curtiu as novas convenções do Windows 8. Apps em tela cheia subutilizam monitores grandes, e elementos da interface ocultos são difíceis de serem descobertos e menos práticos do que os botões e menus tradicionais, esses a que estamos acostumados faz tanto tempo.

O feedback negativo levou a Microsoft a dar mais atenção a esse público e otimizar o sistema para teclado e moue nas atualizações subsequentes.

Há quem defenda que estamos testemunhando uma série de avanços, mas é difícil encarar essa argumentação contrapondo a recepção fria do Windows 8 ao enfoque quase exclusivo em melhorar a vida de quem estava satisfeito com o Windows 7 e, de repente, se viu forçado a reaprender a usar um sistema que, para início de conversa, era complicado sem uma tela que responde a toques. Daí o Windows 8.1 e, agora, o Windows 8.1 Update.

A nova atualização tem menos novidades que a anterior. Entre elas se passou pouco tempo, apenas quatro meses, e até a forma de distribuição é mais tímida, via Windows Update em vez de um grande destaque na loja de apps. A Microsoft já avisou que em breve usará o Windows 8.1 Update como requisito mínimo para atualizações de segurança, o que deve acelerar o processo de instalação na base. Na prática, não se assuste se alguém atualizar o sistema e, ainda assim, não notar nada de diferente.

As novidades do Windows 8.1 Update

Botões Desligar e Pesquisar aparecem na tela Inicial.
Novos botões.

O Windows 8.1 Update é um esforço para tornar a porção moderna do sistema usável com teclado e mouse.

A tela Inicial ganhou botões dedicados para pesquisa e desligamento, os blocos agora apresentam menus de contexto e podem ser movidos arrastando o mouse, e a barra de tarefas está presente em todo lugar, exibindo também ícones de apps modernos abertos ou afixados. Neles, aliás, foi incluída uma barra de título com ações rápidas no ícone à esquerda e botões de minimizar e fechar do outro lado. (Veja a imagem que abre este post.)

Este post no TechNet faz um passeio completo por todas as mudanças do Windows 8.1 Update. Está em inglês e recheado de screenshots e tabelas que simplificam as mudanças.

São novidades que têm um impacto positivo. Só que outras meio que neutralizam a importância de todas citadas no parágrafo anterior. Em especial, uma: a inicialização direta na Área de trabalho.

Já era possível definir esse comportamento no Windows 8.1, mas agora, no Windows 8.1 Update, ele é padrão em sistemas com teclado e mouse. Se antes existiam poucas razões para visitar a tela Inicial e experimentar apps modernos, a remoção do “pedágio” na inicialização, aquela olhada ao ligar o computador, é um golpe duro para o novo Windows. Ao mesmo tempo em que otimizou apps modernos para o público das antigas, a Microsoft definitivamente tirou eles da frente de quem nunca lhes deu a mínima atenção.

A porção moderna também foi abalada em outras frentes no Windows 8.1 Update:

  • Fotos, músicas e vídeos agora abrem em apps da Área de trabalho (Visualizador de imagens e Windows Media Player, respectivamente), em vez dos modernos como era antigamente.
  • Quando todos os apps são fechados, o usuário volta à Área de trabalho. Antes, ele parava na tela Inicial.

Lembrando que esse comportamento é para dispositivos com teclado e mouse. Em tablets, nada muda.

Quem vê o copo cheio pode dizer que o Windows está ficando mais homogêneo, mais harmônico. Os pessimistas? O frankenstein está cada vez mais estranho. Para mim são mudanças que fazem sentido; deveria ter sido assim desde o começo. Aquele papo de “sem comprometimento” não colou.

Vale a pena atualizar?

Sem dúvida. Para quem vive na Área de trabalho e para os que têm tablets o Windows 8.1 Update não muda muita coisa no modo de usar. Os beneficiados são os proprietários de teclado e mouse que se aventuram com apps modernos. E como em breve novas atualizações dependerão de se ter essa versão instalada, sem contar nos remendos e melhorias dela própria, não há motivo para não atualizar. Até o processo, rápido e indolor, colabora.

Descrição do Windows 8.1 Update.
Futuras atualizações dependerão do Windows 8.1 Update.

A Microsoft segue lutando para melhorar um sistema inicialmente bastante hostil ao seu usuário mais fiel. São esforços válidos, mas que se colocam no topo da lista de prioridades em que, imagino eu, novidades reais e mais interessantes devem constar. No Windows 8.1, por exemplo, em vez de se falar sobre a integração profunda do então SkyDrive, algo genuinamente bacana, imprensa e usuários só falaram do botão Iniciar. E tirando essa, que outras coisas novas realmente legais surgiram? Parece que as últimas versões só vieram para apagar incêndios e acalmar ânimos.

Quando o recurso mais comentado de uma nova versão do seu sistema operacional é um botão que já existia, só ficava oculto, e que nada mais faz do que levar o usuário a uma tela que também não é novidade, deve-se encarar isso como um sinal de que em algum ponto do passado recente o projeto em questão tomou um rumo errado. É hora de voltar aos trilhos e, enfim, avançar.

  • Elton

    A maioria dessas funções, se não todas, já estava no Windows 8.1 que eu baixei pelo PirateBay há duas semanas, mais ou menos.
    Eu ainda não atualizei o Windows, mas ele já tem: os botões de desligar e pesquisa no Iniciar, a barra de tarefa aparece também nos aplicativos Metro/Modern, que por sua vez já apresentam os botões de minimizar e fechar, além de poderem ser fixados na barra de tarefas também. Fora as outras mudanças menos importantes para a maioria que o TechNet citou, como o número de aplicativos instalados que não estão fixados no Iniciar, os aplicativos recém instalados destacados, etc.
    Já olhei nas propriedades do computador, e consta aqui o Windows 8.1 Pro. Eu estou realmente muito confuso com isso agora.

    • Elton, o identificador não muda nas propriedades do sistema quando se atualiza — continua aparecendo “Windows 8.1” ou “Windows 8.1 Pro”, dependendo da versão.

      Você está rodando o Windows 8.1 Update. Toda empresa finaliza seus sistemas bem antes de disponibilizá-los a parceiros e usuários e, não raro, essas imagens acabam vazando em sites de pirataria. O Windows 8.1 Update foi finalizado entre o final de fevereiro e início de março.

  • Alessandro Johnny

    Algo tão importante quanto a adaptação para quem usa teclado e mouse, foi o fato das especificações mínimas terem baixado tambem…

  • Igor Paes

    Não consigo baixar no Surface, erro 0x80073712, nenhum método de solucionar o problema apresentado no site da Microsoft funcionou. O jeito é aguardar uma correção…

  • Amaranto

    Estou com um sério problema na hibernação do notebook.
    Sempre que ele acorda dá uma travada monstruosa. Tenho q esperar uns 10 minutos para ele voltar a responder.

    • Felipe Santos

      cara meu computador deu isso e depois deu tela azul no final descobri que minha placa mãe já teve seus dias de gloria

  • Estou com uma grande dificuldade em fazer o download dessa atualização.

    Em todo caso, me parecem medidas interessantes para que os usuários aceitem melhor o update. Acho que com essa direção que está tomando a Microsoft não pode se dar ao luxo de ter muitos computadores com sistemas antigos, como o que ocorreu até hoje com o Windows XP.

    Torço para que ela consiga continuar evoluindo.