Podcast #26

Por
1/12/13, 19h56 1 min 6 comentários

Tinder, app que promove encontros.
Foto: Rodrigo Ghedin.

Ele parece mais uma brincadeira do que algo sério, mas o Lulu tem gerado bastante polêmica. Aproveitando o gancho, eu (Rodrigo Ghedin), Joel Nascimento Jr. e Kellen Bonassoli nos reunimos para falar dele e de outros apps de relacionamento. Na pauta, tivemos Tinder, Badoo, OkCupid, Twoo, Down (antigo Bang With Friends), Pure e até Bate-Papo UOL e IRC. O papo ficou divertido e além de uma passada por esses apps, também comentamos o preconceito que existe contra quem os usa.

Se achar melhor, tem o MP3 para download.

Música: Nowhere To Go, da Nite Jewel.

  • Flavio

    Fala galera, muito bom o Conteúdo!
    Acho que poderiam cortar alguns segundos em que o pessoal fica sem falar nada, mas no geral estão de parabéns!

  • Rogério Calsavara

    Bom, sou casado há 20 anos, então não uso nenhum desses aplicativos. Nem os conheço, mas acho legal aplicativos que facilitem a interação social. É um facilitador, especialmente para os mais tímidos.

  • Se tem alguém que pode falar com propriedade sobre “sites de namoro” sou eu rs. Relatei no http://2centavos.com.br/sites-namoro-funcionam-badoo-okcupid/ e realmente o Badoo (como vocês disseram) não é grande coisa, mas o OkCupid funciona muito bem. Atualizando a informação do artigo, vamos noivar, ou seja, sim, funciona e muito haha.

    Ah, não cheguei a usar o Tinder mas conheço quem usa e visivelmente a estrutura é a mesma, então igualmente há boas chances de sucesso.

  • Rpz… eu lembro que conheci minha primeira namorada no IRC, acho que essas coisas são apenas roupagens mais novas de coisas antigas, essa coisa do tinder tinha no orkut, você podia “favoritar” um perfil, se a pessoa “favoritasse” de volta os dois recebiam email para entrar em contato e tal… mas minha esposa eu conheci na faculdade mesmo, não precisei de redes sociais, mas acredito que elas cumprem bem a função de conhecer novas pessoas.

  • Olá a todos! Claro que primeiro quero parabeniza-los pelo excelente conteúdo, tanto do podcast quanto dos artigos publicados. Sou uma pessoa que pode falar com propriedade de relacionamentos que começaram online e foram pra real life, apesar da minha pouca idade, tenho 18 anos.
    Na época do saudoso Orkut, eu adorava conversar e participar de discussões em comunidades, até que um dia decidi publicar um tópico dizendo que estava a procura de um relacionamento (tudo isso devido a uma aposta com um amigo). Apesar de todos me zuarem, 6 meses depois da publicação, uma menina que morava a 700km da minha cidade me adicionou por causa daquele tópico, conversamos durante um mês e fui conhecer ela. Resultado, namoramos durante 2 anos e 8 meses, tendo terminado no meio desse ano.
    Mais recentemente, com o advento do Tinder, decidi voltar a essa procura online. Na minha primeira semana de app, conheci 2 meninas com as quais sai e cheguei inclusive até lá… Planejo continuar usando o app.

    Resumindo tudo que eu disse: é perfeitamente possível, e nada vergonhoso, começar um relacionamento online e leva-lo para a vida real.

  • Pingback: Telhacast #82 - Caso Varginha + | Telhacast()