Surface Pro 4 e Surface Book.

Guia Prático #86: Windows 10, um ano depois

Por
3/7/16, 18h16 1 min 95 comentários

No programa de hoje, eu (Rodrigo Ghedin), Emily Canto Nunes e Leandro Souza, do Canaltech, falamos sobre Windows 10. A última versão do sistema operacional da Microsoft veio cheia de promessas e com a missão de reverter a má fama que a anterior, o Windows 8, conquistou na tentativa de abraçar o mercado de tablets e notebooks 2-em-1. Prestes a completar um ano (dia 29 de julho!), o caminho, porém, não está sendo fácil.

Se preferir, baixe o MP3 e ouça depois. E se você ainda não assinou o programa no seu player de podcasts favorito, faça isso via iTunes ou pelo RSS.

Links citados

  • Amarildo

    Emily, você não está sozinha nessa. Tenho um ultrabook da Asus e, depois de atualizar para o Windows 10, o sistema apresentou muitos bugs e decidi formatar do zero utilizando a ISO que a Microsoft disponibiliza em seu site, após 2 semanas de pura “maravilha”, o OS começou a apresentar novamente vários bugs, principalmente nos apps nativos do W10 como, Calendário, Fotos, E-mail, tbm na tela de login, problemas na hora de desligar etc. Assim como você, estou bem pessimista com a “Atualização de Aniversário”. O sistema está visivelmente inacabado, com bugs, e tem muito a evoluir. Se minhas condições financeiras permitisse, compraria sem dúvida um Macbook, pois o MacOS é visivelmente mais estável, e a Apple parece respeitar com mais vigor a experiência de usuário.

  • Douglas Siqueira

    Não consigo entender isso de “ah Windows não gosto vou pro MacOS” poxa tem tantos outros sistemas Fedora, Ubuntu… não consigo acreditar que as pessoas se limitam tanto apenas em duas escolhas, se o motivo de partir para um dispositivo Apple é o hardware tem todo meu apoio mas se for só por motivo de software acho uma grande mancada.

    • É difícil encontrar notebooks com Linux pré-instalado e, quando sim, geralmente são distros obscuras e sem suporte. Esperar que um leigo compre um notebook com Windows e instale o Linux por conta própria é muito. Até eu, que sei o procedimento, ficaria com um pé atrás por motivos diversos (garantia, compatibilidade, ecossistema e preguiça).

      Linux é uma alternativa, mas muito cara (não no sentido financeiro). Se quiserem posicioná-lo como uma alternativa para usuários domésticos a ser considerada, ainda falta muito trabalho. Como disse no programa, não basta ser bom, tem outros fatores tão importantes quanto — disponibilidade, facilidade, suporte, ecossistema, etc…

      • Taichou12

        A Dell vende notebooks com ubuntu.

        • tuneman

          não são mais caros do que as versões com windows?
          alias, são apenas alguns modelos, não é mesmo?

          • Mateus Azevedo

            Lembro de ver a opção apenas em alguns modelos, mas eram cerca de 350 reais mais baratos. Pra quem pretende usar Linux, vale a pena o “desconto”.

          • tuneman

            pior se o cara quiser algum PC Dell melhor e nao tiver a opção sem windows por padrão.
            dá pra pedir a devolução depois, mas é um saco.

          • Taichou12

            Não são mais caros que a versão com Windows nas mesmas configurações, vem nos modelos Inspiron, Vostro e Gaming.

      • Highlander

        Uso o Linux há mais de 10 anos e realmente sofria muito com essa suposta “deficiência” do ecossistema. Digo suposta deficiência porque o que mais pegava pra mim era a falta de alternativas em detalhes e coisas bobas e insignificantes. Por exemplo, o meu filho fazia fono e esta deu um CD com um programinha pra ele fazer exercícios em casa e claro que era pra Windows e não tinha pra Linux. Até tinha equivalentes, mas tinha que ser aquele em específico. Isso foi há muito tempo, mas até hoje ainda acontece coisas assim. Porém, cada vez menos, porque hoje está tudo muito mais “on-line”. E aí, eu realmente não vejo qual é a vantagem do Windows sobre o Linux se todo o uso da pessoa é 100% em cima do navegador. Eu ainda tenho dual-boot no meu notebook justamente para esses ainda poucos casos e também porque o meu notebook já veio com o Windows, então porque não mantê-lo, né? No caso ele veio com Windows 7 e atualizei para Windows 10 que está em dual-boot com o Ubuntu. E pelo menos no meu caso o Windows 10 está tão estável quanto o Ubuntu, mas o Ubuntu é mais rápido. Mas isso porque o meu notebook é uma carroça. Muito fraco mesmo. Acho que se fosse um notebook atual eu não notaria diferença de desempenho.
        Na usabilidade também não tenho nenhuma queixa. Eu gostei do Windows 10 e não tenho nenhuma queixa dele.

  • Quando comprei meu note, ele veio com Windows 8, atualizei para o Windows 8.1, e tinha um bug terrível que o disco ficava em 100% constantemente, era simplesmente terrível. Atualizei para o Windows 10 e não tive mais problema com isso.
    De uma maneira geral eu estou satisfeito com o Windows 10. Mas claro, se tivesse ‘dinheiro’ meu computador pessoal com certeza seria em Mac.

    • Frederico

      Um notebook daqui de casa teve esse mesmo problema de disco 100%. Também resolveu atualizando.

      • Cara, estava a ponto e jogar o note na parede. Não tinha o que eu fazia que resolvia …
        Ainda bem que depois do Win10 o problema foi embora e o note ganhou muito em desempenho.
        Estou satisfeito com o win10.

    • tuneman

      voce usava o Windows Defender ou algum outro antivirus?

      • Sim, utilizo o Defender mesmo.

        • tuneman

          eu tive o mesmo problema. o sistema era lento pra caramba. aí nos processos que mais usavam o disco estava o maldito Windows Defender.
          instalei o Bit Defender e resolveu!

          • Não tive tanta sorte. Até troquei o anti-vírus na época, mas só resolveu de fato com a atualização para o Win10.
            Na época vi na internet para desabilitar dos serviços o superprefetch – resolvia temporariamente, mas não gostava desta solução.

  • Noah Cezario

    vou na contra-mão dos comentarios, tenho uma excelente experiencia com o windows 10 pc, o unico problema que tenho é o office que as vezes leva uma vida pra abrir. Tive Macbook e não consegui me adaptar =T

    • Só por curiosidade, qual problema teve com o Mac? E quanto tempo insistiu nele?

      • Noah Cezario

        bateria, perdeu muito da capacidade em 1 ano e talvez por já estar bem acostumado com o Windows, achava tudo no OSx muito complicado

  • David Matheus

    Uma dica pra Emily Canto Nunes, tenta formatar e instalar uma versão do Windows limpa.
    Também tenho um Dell e tive que formatar o PC inteiro devido a uns problemas atualizando o Ubuntu. Sem os bloatwares da Dell o PC ficou bem mais estável do que quando veio de fábrica.

    • tuneman

      instalação limpa e não vincular com a conta Microsoft!

      • Porque de não vincular a conta?

        • tuneman

          primeiro por que eu acho um saco ficar desbloqueando o PC, até mesmo com PIN.
          e por experiencia pessoal eu achei o Windows 10 bem mais leve.
          sei lá se ele fica conectando ou trocando informaçoes com a Microsoft (com certeza tem alguma telemetria), mas o PC ficou bem mais leve.
          (e tinha umas mensagens chatas para uso de conta até com o aplicativo de fotos!)

          • Telemetria existe mesmo sem vinculação da conta (e faz tempo; no mínimo desde o Vista).

            Usar o Windows sem vincular a uma conta Microsoft te impede de baixar apps da loja oficial e de ter algumas facilidades como sincronia de preferências e integração com apps first-party.

          • tuneman

            e no uso diario faz muita diferença? quais apps da loja superam suas versoes win32?

          • Eu uso alguns (Kindle, Nextgen Reader, Poki, Email, Netflix). Não é tão essencial quanto apps são em plataformas móveis, mas a tendência (lenta e instável) é que os apps modernos melhorem mais com o tempo.

            Aqui tem uma seleção pré-Windows 10 (vários deles já atualizados, porém) de alguns que valem a pena: https://www.manualdousuario.net/melhores-apps-modernos-windows/

            E o lance da personalização sincronizada é bacana. Nada muito útil, mas bom de se ter.

          • tuneman

            nice! vou dar uma lida.

          • Vinícius Barros

            Além dessa lista, uso o apps modernos dos Wunderlist (não vivo sem) e o Xodo, para pdfs.

  • Luis Cesar

    Sobre usar o Windows até que se conheça o Mac, Tem a questão do corporativismo que obriga as pessoas a usar o sistema da MS, o que faz com que nem sempre seja possível mudar. Na minha área por exemplo (engenharia civil), Mac não é a regra. O Windows é padrão para muitos aplicativos que não encontram versão nos laptops da maçã. E ainda tem o porém de alguns softwares ainda não serem 100% compatíveis com o Windows 10, que é o problema que muitos ainda enfrentam. Enfim, pra trabalhar sou obrigado a ter um laptop com Windows e ainda por cima, 8.1 rsrs

    Mas no dia a dia, para uso básico (o que não deveria ser a regra), não tenho queixas com o windows 10. Uso-o no desktop e tá de boa.

  • Vitor RC

    nao sei escrever um texto bonito, mas algumas ideias:
    -O problema da Emily não seria com o fabricante do notebook dela ao invés do windows?
    -como q as pessoas acham q um notebook que custa uma fraçao do preço de um mac vai se comparar em qualidade? a apple só faz dispositivos high-end.
    -eu nunca tive problema com o Windows 10. Gosto muito dele no meu dell 2-in-1.
    -o microsoft precision trackpad veio pra corrigir essa bagunça dos trackpads. gestos, multitoque,….. pra isso a fabricante tem q usar um trackpad decente que atenda certos padroes. funciona muito bem, mas nao é customizavel como o do mac.
    -voces estao descartando completamente a evoluçao dos dispositivos… touchscreen é uma coisa que agrega muito! eu uso regularmente. jogado na minha cama é mais facil usar o touch. uso pra fazer anotaçoes as vezes (e é muito bom o onenote!), eu que nao manjo de photoshop, uso muito o picsart e o touch é sensacional. sendo assim, eu diria que dispositivos 2-em-1 são o futuro… quer dizer, ja sao. nessa ideia, o ecossistema windows é o que esta mais bem posicionado.
    -eu gosto muito do windows sim, mas nao sou cego pra negar que muitos tiveram problemas nos primeiros meses (que só com a atualizacao de novembro melhorou).
    -ja tive muita vontade de usar um mac e ter sei que ainda falta bastante pro windows conquistar os usuarios de mac (just works como dizem as lendas) mas acho que nao ta longe nao. cada vez mais eu perco von

  • Vitor RC

    nao sei escrever um texto bonito, mas algumas ideias:
    -O problema da Emily não seria com o fabricante do notebook dela ao invés do windows?
    -como q as pessoas acham q um notebook que custa uma fraçao do preço de um mac vai se comparar em qualidade? a apple só faz dispositivos high-end….

    -eu nunca tive problema com o Windows 10. Gosto muito dele no meu dell 2-in-1.
    -o microsoft precision trackpad veio pra corrigir essa bagunça dos trackpads. gestos, multitoque,….. pra isso a fabricante tem q usar um trackpad decente que atenda certos padroes. funciona muito bem, mas nao é customizavel como o do mac.
    -voces estao descartando completamente a evoluçao dos dispositivos… touchscreen é uma coisa que agrega muito! eu uso regularmente. jogado na minha cama é mais facil usar o touch. uso pra fazer anotaçoes as vezes (e é muito bom o onenote!), eu que nao manjo de photoshop, uso muito o picsart e o touch é sensacional. sendo assim, eu diria que dispositivos 2-em-1 são o futuro… quer dizer, ja sao realidade. nessa ideia, o ecossistema windows é o que esta mais bem posicionado.
    -eu gosto muito do windows sim, mas nao sou cego pra negar que muitos tiveram problemas nos primeiros meses (que só com a atualizacao de novembro melhorou), alem de muitas outras coisinhas que nao sao tao redondas quanto no mac
    -ja tive muita vontade de usar um mac e ter a usabilidade perfeita no dispositivo perfeito, como dizem as lendas. mas com o meu convertivel eu acho que tenho uma experiencia mais completa.
    -se eu tivesse o dinheiro pra comprar um mac, eu compraria um surface book
    -bref: o windows tem serias deficiencias em sua base e em sua historia (instalacao de programas, lentidao com o tempo, dll hell, drivers sallad,…). o windows 10 veio com uma tarefa dificil de corrigir varias coisas. eu fui convencido e tenho curtido muito o sistema. os apps sao bons e o sistema é rapido e seguro. resta às fabricantes fazerem bons dispositivos.

    • Pio ♙

      Disse tudo,Vitor. Não dah pra comparar um dispositivo top de linha_que é o padrão da Apple_com um MERCADO INTEIRO de PCs com Windows_geralmente com sua maior parte constituída de PCs de entrada_e dizer que o OS da Microsoft é de um desempenho inferior ao macOS.

    • Fabio Montarroios

      quais apps são bons pra vc?

    • Fabio Montarroios

      A quais bons apps vc se refere?

  • Welcome, Stranger

    O maior problema com Windows que tenho é em relação ao touchpad, mas não é diretamente ao windows e sim aos drivers. No linux funciona muito bem mas no windows por diversas vezes tenho que reiniciar o processo do drive…

  • Vinícius Barros

    Pelo que eu percebi, a Emily tem um Ispiron 13 7000, o mesmo notebook que eu tenho. E olha, minha experiência foi oposta: inúmeros problemas de hardware, de fabrico – com a Dell – e nenhum (ou quase) com a Microsoft. Comprei o equipamento no fim de 2014 ainda, com Windows 8 e a atualiação para o Windows 10 foi muito bem-vinda. Melhorou a performance do equipamento, o sistema está redondinho, com raros engasgos e travamentos. Só tive um problema – após o upgrade, o Miracast parou de funcionar. Contudo, uma atualização do driver da placa de rede lançada em janeiro (que veio pelo Windows Update – e já prometida pelo suporte da Dell ano passado, que chegou no prazo dado) resolveu o problema (será que não resolveu o problema do Wifi da Emily?). No mais, gosto muito do Windows 10, tendo resolvido diversos problemas do Windows 8.

    Agora, com a Dell, nossa, tenho muitos problemas. O equipamento tem acabamento porco – propagandeado como premium, que passou a descascar com 2 meses (o suporte da Dell disse que era culpa minha). O adaptador AC frequentemente não é reconhecido no checkup inicial da BIOS, resultando numa mensagem para eu usar o original de fábrica (uso o original de fábrica) – o suporte da Dell diz que a culpa é da minha rede elétrica. Os sensores da touchscreen reconhecem toques randômicos na tela quando ligado em AC – novamente o suporte da Dell diz que o problema é da rede elétrica. O LCD tem um vazamento de luz que apareceu após o fim da garantia. A bateria dura metade do que propagandeado – o suporte da Dell diz que é assim mesmo. Também comprei um mouse Bluetooth junto com o equipamento, cuja rodinha parou de funcionar durante a garantia. Me mandaram um novo, que deu o mesmo problema. Enfim, uma porcaria, fuja da Dell e de seu suporte condescendente e inútil.

    Mas o Windows 10 é ótimo.

    P.S. Uso MUITO o touchscreen e a canetinha, principalmente para estudar, no modo tablet – a tela é maior que meu tablet de verdade, muito mais fácil para fazer anotações em pdf. Super prático.

    • Vitor RC

      eu tenho esse mesmo, modelo europeu de julho passado, nunca tive nenhum problema.

      • Vinícius Barros

        Talvez a fabricação lá na Europa seja uma tiquinho mais bem feita que na fábrica do Rio Grande do Sul, rs.

  • Victor Serrão

    Já não é a primeira nem a segunda vez que escuto o podcast e saio com a chata impressão de que quem escreve sobre tecnologia no Brasil, vive numa bolha cada vez mais distante da realidade. Chamar o Windows de sistema “do povão” num país onde o Mac mais barato custa 7 mil, é no mínimo leviandade.

    É sinceramente irritante o modo com que vocês falam do Windows, do alto de uma torre de marfim. Tecnologia é meio para 95% das pessoas, e não fim. E essas pessoas usam Windows.

    • Ivan

      Cara, acabei de comentar abaixo e concordo em gênero, número e grau com o que você falou. Me senti incomodado com o tom de deboche, com o “Mac salvou minha vida” e com o “quem usa Windows é…”.
      Uma pena. Por essas e outras descadastrei o MacMagazine do RSS, que era um dos blogs que mais gostava, por mostrar funções e apps do sistema da maçã sem dizer “olha, se você não usa isso, você é pior do que eu”. Passaram a ser um pouco assim depois, motivo pelo qual deixei de seguir o site.
      Ghedin deve estar em uma lua de mel com o Mac novo. Acontece. Faz parte do campo de distorção da realidade criado pela maçã. Mas passa :) Ou não :)

      • Victor Serrão

        Pois é. Eu escrevi isso escutando o podcast, e agora que terminou estou ainda mais incomodado. No final das contas meteram o pau até no Windows 3 porque precisava rodar em DOS…

      • Nahh, não estou em lua de mel com nada, não. Nesse podcast não pude comentar muito diretamente sobre Windows 10 por desconhecimento — até uso o sistema num tablet, mas é um uso bastante específico e que não me dá subsídio para comentar com mais profundidade: https://www.manualdousuario.net/windows-10-tablets/

        Aliás, dê uma lida no meu post sobre o MacBook. Tem uns trechos interessantes como:

        “Um Mac não era a minha primeira opção, porque o Windows sempre me satisfez e, como pude agora constatar, ele não me limitava se comparado às alternativas.”

        Aqui: https://www.manualdousuario.net/macbook-pro-retina-review/

    • Eu também acho que tecnologia é (ou deveria ser) meio. Disse, no podcast, que o usuário se importa mais com algo funcional do que atualizado e, falando pessoalmente, também tenho essa preferência.

      Talvez o fato de quase não termos usuários Windows entre quem costuma falar no podcast tenha tomado proporções maiores. Era para ter sido só uma constatação boba e por óbvio que é um caso anômalo; a maioria usa Windows e se vira bem com ele. (Eu me virava muito bem com o Windows 8.1, aliás. Sempre gostei de Windows.)

      Queríamos fazer um podcast mais equilibrado, com usuários de Windows 10. Eu não sou, a Emily é, mas está insatisfeita, e aí trouxemos o Leandro, que usa e gosta do sistema.

      Algo que realmente saiu do planejado foi a pouca ênfase no sistema em si. Acabamos falando mais das circunstâncias e de como o Windows 10 (ou os notebooks com Windows 10) estão inseridos no mercado.

      Enfim, não são justificativas, estou apenas mostrando a nossa linha de raciocínio. Em texto escrito ou falado, é comum que a intenção não seja realizada. Estamos aprendendo — a repercussão daquele outro sobre Windows Phone, que também gerou críticas, foi muito discutido internamente e nos ajudou nesse sentido. O que me resta é pedir desculpas pela abordagem e prometer uma melhor quando voltarmos a falar de Windows.

      • Vitor RC

        chamem o Saulo Albert do Compêndio Windows. o menino fazia videos de qualidade excelente, otimas criticas. ele deletou o canal e parou de escrever…. hoje nao tem mais nenhuma fonte brasileira sobre Windows com aquele nivel de qualidade :/

        • Você sabe o que deu nele ou o que está fazendo hoje? O cara apagou tudo e sumiu…

          • Vitor RC

            ninguem sabe! :(

          • Rubens M A

            Me parece que descobriram a senha dele e fizeram uma limpa no site e nas contas das redes sociais, só achei uma conta do twitter ao qual diz que vai ter mais noticias em breve

    • jairo

      Sim , o Windows é o sistema do povão , qual é o problema?

      • Victor Serrão

        A questão não é especificamente ser “do povão”. O ponto não é especificamente esse.

        • jairo

          Infelizmente não posso opinar sobre o W10 , sou um usuário do chromebook , mas acredito que o maior problema realmente são os drivers proprietários das inúmeras (negligentes) OEMs que não possuem o menor interesse em atualizá-lo quando do lançamento de uma nova versão do OS , de modo geral achei o podcast light e divertido , e sou daqueles que não possue o menor interesse em voltar a utilizar Windows , cansei de vírus, anti vírus , baidu instalado com sucesso etc

          • Charles Barroso

            Qual modelo de Chromebook você usa?
            Tenho vontade de experimentar, porém, tenho certo receio.
            Obrigado!

          • jairo

            Da Samsung , comprei por apenas 750,00

          • Fabio Montarroios

            E o Chrome cobre todas suas necessidades? Cogitei comprar um Chromebook da Dell por conta da máquina ser boa e ter muita bateria… Mas pensei nos projetos que toco e os programas que uso. Dilema parecido com o meu interesse pelo Linux.

          • jairo

            Aí depende da necessidade de cada um

        • O Leandro disse isso e, sei lá, talvez seja inocência minha, mas não senti nenhum deboche ou desmerecimento da parte dele. Foi uma constatação abrangente no sentido de que todo mundo, a maioria (o “povão”, pois) usa o Windows.

    • Amaranto Júnior

      Mas ser do povão não significa ser ruim. O Windows é realmente o sistema do povão, das massas, desde ricos até pobres. Nem tds q tem condições compram um Mac.

    • Fabio Montarroios

      Engraçado… Não tive essa impressão, pq me pareceu que a conversa foi fluída e descontraída. A relação dos usuários com o Windows é tão longeva que me parece natural tratá-lo com um pouco de troça como se faz com um velho conhecido. E, cara, não há viva’lma que não tenha passado um persegue na vida com o Windows – qualquer versão. Eu comecei com o 3.1 ou 3.11 (como já fazem mais de 20 anos… Não me lembro), instalando por uma sequência de disquetes… Não era ruim: era divertido e curioso até pq pra quem estava aprendendo a fazer os bichos funcionarem, não restava alternativa se não se envolver muito com o sistema. Acho que valeu o mesmo pra quem usou Mac intensamente em certa medida lira. Mim, pó menos, nunca foi fácil fazê-los funcionar numa rede Windows, por exemplol. Eu usei muito Mac, mas profissionalmente. De um uso esporádico a ser escalado a montar estações Mac pra estúdios de digitalização. Mesmo assim, e mesmo podendo me organizar pra comprar um Mac, me viro bem com Windows e opto por gastar menos em algo escalável ou q de menos prejuízo numa perda qualquer. E, sim, eu acho que muita gente usa o Mac por afetação e pq quer pagar de criativo – dilema similar encontra-se em usuários de moleskines e congêneres.

      So acho um certo o exagero o posicionamento de defesa ou ataque em relação a qualquer sistema, pq se se tirar o entusiasmo juvenil com a coisa, o que sobra pra quem segura o rojão é apresentar um trabalho bem feito, e o chefe, q às vezes não é nem muito hábil com informática, não vai querer saber se vc usou Mac, Windows, Linux, Chrome OS, etc… Ele vai querer o trampo feito, no prazo…

      Eu uso os dois, mas uso mais Windows e Android. Até gostaria de ter um equipamento melhor, mas, cara, em relação a precariedade q a informática já foi (trabalhei por alguns anos com suporte técnico de Internet e em. Provedor de banda larga), estamos muitíssimo melhor servidos e por um preço muito mais baixo que há cinco, dez ou vinte anos.

  • Ivan

    Olha… Eu geralmente curto muito os textos e posicionamentos do MdU, mas nesse Guia Prático eu sou definitivamente oposição à maior parte dos comentários. Acredito que só o Leandro do Canal Tech teve mais posicionamentos um pouco mais sensatos e não tão tendenciosos. Prova disso são os comentários postados até o momento. Muita gente feliz com o W10.

    Eu tive uma experiência semelhante à Emily. Tive um MacBook (do branco também) e hoje estou de volta ao PC. Meus problemas com a Apple começaram no hardware. O Macbook branco, como boa parte das pessoas sabem, se desfaz. A carcaça vai rachando toda, a ponto de parte do restpad simplesmente soltar pedaços. Foi pra assistência duas vezes. Na segunda, alegaram que isso não atrapalhava o uso da máquina (!).

    Depois, veio o software. Sim, eu era fã da maçã, numa lua de mel semelhante ao que vive hoje o Ghedin. A cada atualização, novas funcionalidades, várias caminhos muito mais simples que no Windows, no sistema um pouco desse “just works” que vocês comentaram no podcast. Só que começa com as funções bacanas sendo implementadas somente para quem tem a versão mais recente do dispositivo (lembra do force touch agora?). Parte, se justifica por limitações de hardware. Outra parte, por impedimento da própria maçã¹.

    Comecei instalando o Windows no próprio Macbook, sem uso do bootcamp. Funcionou maravilhosamente bem.

    Acho o Windows 10 um sistema absurdamente bom, com diversos recursos muito práticos e que facilitam o dia a dia sobretudo de quem usa o PC muito, ainda mais no trabalho. Tem, sim, um caminho de bastante amadurecimento ainda pela frente. Mas a disruptura iniciada (de maneira equivocada por ter sido tão profunda) como Windows 8 acredito ter encontrado o início de um ponto de equilíbrio muito bom pela última versão do sistema.

    Vocês falaram da “mobilezação” feita pelo Windows no 8. O Mac sofre hoje do mesmo posicionamento. Inclusive, não é raro encontrar muitas pessoas hoje dizendo que o sistema tem ficado ruim de se utilizar. Muitos dizem que a “iOSzação” do OS X tem tornado o sistema extremamente simplificado a ponto de sacrificar o uso. Basta ver o que aconteceu com o iMovie, por exemplo. A quantidade de gente que chiou quando as atualizações começaram a simplificar o programa ao extremo para que adotasse um visual e funcionamento semelhantes ao que era encontrado no iPad e, com isso, funções foram sumindo ou sendo modificadas para que o funcionamento agradasse um público diverso de quem sempre usou o programa. FinalCut também adotou algumas dessas modificações.

    Sobre o caso do Dell da Emily, como alguns fizeram a suposição aqui nos comentários de ser o Inspiron 13 7000, eu mesmo cheguei a olhar esse 2×1 para comprar. Depois de ver os comentários no próprio site da Dell, desisti: http://www.dell.com/br/p/inspiron-13-7347-laptop/pd#AnchorZone5. Aparentemente, eles apagaram boa parte do que foi postado pelos clientes na época e evidenciaram os comentários positivos primeiro. Mas basta ir na segunda e terceira páginas para ver problemas graves no hardware da máquina sendo denunciados. Definitivamente, parece uma máquina linda, com um projeto mal estruturado.
    Não acredito, mesmo, ser um problema de software. Eu comprei um Asus da linha asuspro e veio com W8 Pro. A atualização para o 10 foi feita em duas tentativas. A primeira, realmente, não obteve sucesso. O sistema ficou ruim, instável e com diversas funcionalidades com problemas. Na segunda vez, fui a partir de algumas instruções e drivers fornecidos pela própria Asus em seu site. Hoje a máquina está redondíssima. Rápida e muito mais confiável que quando estava com a versão 8.1.
    Enfim, é uma questão de gosto e sei do mimimi que a questão (e talvez o meu comentário) possam gerar. Mas achei o tom do Guia Prático um pouco equivocado. Um pouco de deboche e um pouco de desconhecimento (prático mesmo) do que se estava falando. Poderia comentar mais um monte aqui, mas vou me restringir aos pontos acima.
    Abraço!

    ¹ Talvez alguém tenha vivido ou se lembra do Airdrop. Quando foi lançado no OS X, os Macbooks brancos tinham compatibilidade SIM. Alguns apps desenvolvidos por terceiros habilitavam a função. Por que então foi bloqueado por padrão no sistema!?

  • Highlander

    Como já comentaram aqui acho que o principal problema do Windows é causado por aparelhos de má qualidade. Quando um notebook de R$ 900 começa a dar problemas de compatibilidade, lentidão e travamentos, acredito que seja mais culpa do fabricante do notebook do que da Microsoft.

    Além da dificuldade também já comentada da variedade monstruosa de configurações que o Windows tem que lidar. E aí é só com ele mesmo. Eu montei um computador gamer pro meu filho e tive que pesquisar mais de 2 meses desse mercado pra me inteirar do assunto. E a quantidade de escolhas e opções que se tem é enlouquecedor. Até mesmo em itens que eu achava que seria mais simples, como memória, tem muitas variações tais como frequencia de barramento, latência, tensão de operação, etc, etc, etc. E cada um desses detalhes afeta a performance e estabilidade do computador. Claro que o Windows não tem que lidar com um nível tão baixo do hardware da máquina, mas serve para ilustrar o quanto problemas de hardware podem afetar o equipamento. Problemas esses que o MacOS não tem que enfrentar.

    Por fim, um caso curioso que também ilustra isso que eu vi em um fórum de hardware nessa minha pesquisa em busca de uma boa configuração pro computador gamer do meu filho. Um sujeito tinha montado uma máquina com tudo de boa qualidade, mas o computador estava apresentando travamentos e até mesmo “tela azul”. Depois de muitas idas e vindas, descobriu-se que o problema era a fonte. E a fonte nem tinha um defeito. Ela só não tinha a qualidade necessária para suprir aquele sistema tão faminto de energia quanto o daquele computador. Quando o sistema exigia muito energia a fonte não aguentava a demanda e “arriava”, provocando os travamentos. E quando um computador trava, quem a maioria das pessoas aponta como culpado? O Windows… quantas vão pensar que pode ser a fonte de alimentação?

  • Antigamente eu usei o Microsoft Windows Server NT 4.0, depois o Microsoft Windows Server 2000, depois o Microsoft Windows Server 2003. Atualmente eu estou testando a versão em português do Microsoft Windows Server 2016 Technical Preview 5 Essentials versão desde Maio/2016 (em Abril/2016 na semana do Carnaval eu estava testando a versão em inglês do Microsoft Windows Server 2016 Technical Preview 4). Sabe qual é o problema? Esses usuários comuns que usam o Windows 10 Home, vários não sabem que existe também a versão servidor de rede do Windows, utilizada em computador servidor de rede local, e existe também a versão do Windows Server 2012 Datacenter. Em breve a Microsoft fornecer´a versão do Windows Server 2016 Datacenter. Eu estou usando a versão Windows Server 2016 (=Windows Server NT10) e notei que nele existe diversos aplicativos cujo modo de funcionamento é semelhante ao Windows 10 Home.

  • Eu sou Analista de Sistemas Senior, uso a internet ha 21 anos, antigamente eu era usuária de BBS (Centroin, Inside, Unikey, etc), Eu acho que eu já usei quase todas as versões do Windows, eu já usei o Linux (costumo formatar o Linux e instalar o Windows no lugar dele). Eu não gosto do MAC (quem gosta dele é minha filha, ela já usou um Apple IPOD 64gb, um Apple iPHONE4, atualmente o Apple iPHONE5) eu sempre gostei mais é do Windows. Eu tenho um Apple iPAD2 10″ (sistema operacional IOS versão 9) e eu estou gostando muito de usar esse tablet. Ans atrás eu usei o Google Android em tablet 7″. Em celular eu prefiro usar o Google Android (já usei o Android nas marcas Samsung e Motorola). Essa versão do Windows 10 (que agora irá completar um ano de vida) eu usei as primeiras versões de teste dele, anos atrás. Discordo desses amantes de Apple MAC IOS, eu já usei ambos os sistemas operacionais, eu sempre gostei mesmo é do Windows.

  • Os fabricantes de hardware é quem tem que fazer os drivers para os equipamentos fabricados por ele poderem funcionar dentro do Microsoft Windows 10 Home ou Microsoft Windows 2016 Server. Normalmente alguns esses drivers (de fabricantes de notebooks e equipamentos) tem que ser traduzidos de um outro idioma (chinês, russo, francês, etc) para o idioma inglês ou português, para ele poder funcionar direito no sistema operacional Windows.

  • A Apple é um dos parceiros comerciais da Microsoft e é um parceiro comercial do Google, e isso já existe tem vários anos, se observarem bem, no Apple IOS tem suporte para o usuário fazer o download do GMAIL (Google), fazer o download do Outlook (Microsoft), fazer o download do pacote Microsoft Office (Microsoft Office, Microsoft Excel, etc).

  • Gostei do seu áudio, eu não conhecia este site, depois eu vou ouvir os outros em https://itunes.apple.com/br/podcast/guia-pratico/id626159386?mt=2 Bom dia

  • E o Apple ITunes (isso já existe tem vários anos) ele também está disponível para o usuário comum do Windows 10 Home poder fazer o download direto no site da Apple. Eu uso ele instalado no meu Windows 10 para ouvir todos os meus CD-ROM de músicas (eu alimentei o meu computador com todos os CD-ROM de músicas que eu comprei nos últimos 20 anos. Eu achei o som das músicas dentro do Itunes no Windows, excelente.

  • Douglas Dreer

    @ghedin:disqus será que com o hardware do SurfaceBook e/ou Surface (tablet) ‘casado’ não teria um desempenho mais satisfatório ?

    • Sim, mas mais pelo Windows “limpo” do que por hardware/integração. Os componentes (CPU, antenas, memórias, etc.) são os mesmos usados por outras fabricantes, logo é difícil, mesmo para a Microsoft, encontrar diferenciadores.

      E, ironia das ironias, o Surface Book ficou alguns meses com um bug patético na hibernação do Windows 10: https://www.thurrott.com/mobile/microsoft-surface/64867/trying-to-explain-the-surface-sleep-problems

      • Douglas Dreer

        Meu sonho de consumo é ter uma trindade (iMac / MacBook / Iphone) mas com o dólar do jeito que está e a Apple só pensando “desenfreadamente” somente em lucros fica difícil.

        Calculando por cima e pegando os aparelhos de entrada:
        iMac de 21,5 polegada -> R$ 9.799,00;
        Macbook -> R$ 11.399,00;
        iPhone 6 -> R$ 3.499;
        Total R$ 24.697,00

        Isso seria mais de um ano de salário sem gastar nada dele.

  • Usuário feliz de Windows 10, macOS e Ubuntu diariamente… Não tenho pesadelos com nenhum deles e todo me atendem bem no que fazem de melhor. Mas eu de fato sou um ponto fora da curva hehehe.

  • jairo

    Infelizmente não posso opinar , estou a 4 anos sem utilizar o Windows, não tenho a menor saudade de vírus , Baidu instalado com sucesso , antivírus etc,etc .

  • Vagner Alexandre Abreu

    Se tiver outro podcast sobre o Windows, convide algum dos participantes daqui. Talvez ajude a equilibrar a balança também :)

    • A gente trouxe alguém que usa Windows no dia a dia, o Leandro.

      • Vagner Alexandre Abreu

        sim, mas digo que seria legal se tu convidasse alguém dos assinantes ou comentários para participar do próximo. Fui mal na explicação :)

  • Igor Paes

    Bem, eu uso no trabalho (desktop) e em casa (Surface). Não tenho problemas em nenhum dos dois, pelo contrário, tudo flui muito bem nos dois cenários. Tô pra mandar minha mochila, falta notebook com Windows! Sempre bom ouvir experiências de outras pessoas com os sistemas e tecnologias que usamos.

  • Nos tempos em que só existia a discussão Windows vs Linux, com o OS X correndo por fora, eu também costumava passar o pano nas falhas do Windows considerando que era o único sistema com escala que suportava uma miríade de hardwares. Entretanto, o Google e a Apple comandando a revolução mobile me fez ser mais crítico em relação alguns problemas do Windows.

    Ainda acho que o cenário do Windows no desktop é bem mais complicado que do Android, já que a ideia de distribuir um único binário para todos os computadores existentes é bem mais desafiadora que o Android que manda um compilado sob medida para cada hardware. Entretanto, há outros problemas similares que o Google lidou com muita habilidade em comparação a Microsoft.

    O primeiro aspecto é que a Microsoft simplesmente demora muito para algumas coisas no Windows. Sempre me pareceu que o mercado de usuários domésticos eles trataram meio “o que tiver, eles compram, vão usar o que?”

    O exemplo do trackpad é clássico: não dá para focar nisso em 2016, a Apple já enriquece esse recurso como interface principal desde o Snow Leopard (2009). Não testei, mas se o que o @ghedin:disqus comentou dos Chromebooks se aplicar a todos os Chromebooks acessíveis como justificar essa falha? É diferença na qualidade do software ou o Google exige um componente bom mesmo em aparelhos acessíveis? A Microsoft não teria condições de fazer o mesmo? Depois de 30 anos já está tudo em um nível aceitável, mas a gente foi obrigado a usar um sistema baseado em DOS até 2001, isso é muito tenso se pensar que existia NT desde 1995 e o Linux é + ou – dessa época. Era um sistema tecnicamente sofrível, hoje foi arrumado, mas o atraso foi similar ao caso do trackpad: tudo demora mais do que deveria para ficar bom.

    Posso dar um desconto na parte técnica porque deve pesar muito para a evolução do sistema manter a compatibilidade com todos os softwares feitos há décadas atrás, mas a Microsoft não poderia agilizar a evolução, pelo menos de interface, dentro do próprio sistema? Por exemplo, será que seria muito complicado centralizar toda as configurações dentro do Painel de Controle novo? Para mudar a densidade da tela, abri o novo Painel de Controle e a escala dos objetos estava em 150% desabilitado para mexer. Fui no avançado que abriu o antigo Painel de Controle e, abrindo um outro modal, consegui mudar para 125%. Depois estava. ainda desabilitado, refletido no Painel de Controle novo o 125%. Nem vou comentar lançarem o Windows 8.x com aqueles ícones completamente inconsistentes, achei um desleixo manter tanto tempo aquela cara de Vista.

    Por fim, me incomoda eles fazerem as revoluções furadas deles como o Longhorn que virou o Vista e o Windows 8 que, claramente, não estava pronto para resolver o problema de touchscreen com teclado e mouse. Como o usuário não deve ter uma percepção negativa do sistema? Tudo bem dar umas flopadas, quem não arrisca não erra, mas a Microsoft flopa com o negócio central na vida das pessoas. A parte corporativa da Microsoft, como Office e a parte de desenvolvimento, evolui tão bem e de forma consistente…por que não trabalhar com mais cuidado no Windows também?

    Realmente parece pedante esse discurso dos usuários de Macs como o Victor Serrão pontuou, mas acho que esse comentário é bem menos recorrente na discussão Android x iOS porque, mesmo com todas as adversidades, o Google consegue oferecer uma experiência e tirar bastante proveito das competências dos seus terceiros. Estou curioso para ver esses Chromebooks com apps Androids em janela, talvez seja concorrência real depois de 30 anos, vejamos se eles realmente conseguem entregar algo melhor pelo mesmo preço do Windows ou se realmente é complicado oferecer uma experiência mais consistente como é no mobile.

  • Emily Canto Nunes

    Talvez o tom descontraído tenha soado como deboche, mas não era essa a intenção. A verdade é que neste podcast eu falei apenas como usuária de Windows 10 que sou. Obrigado a todos que se dispuseram a me ajudar e a identificar os problemas com o meu PC, verei o que é possível fazer, por conta. Mas ainda que eu acredite que a Dell seja a grande responsável pelos problemas da minha máquina, não se pode esquecer que o Windows 10 sem um hardware não existe e que Microsoft e OEMs trabalham muito, mas muito, próximas. E, mais do que isso, foi feita toda uma promessa de que o Windows 10 ia funcionar em máquinas com Windows 8.1 que ainda não está sendo cumprida.

    Pense no povão em que falamos, no qual eu me incluo porque nunca se quer comprei um Mac ou mesmo iPhone. Da Apple tem apenas um iPod e quando falamos povão não era para ser pejorativo. Pense na maioria das pessoas que assim como eu só quer comprar algo que funcione e não ficar tendo que resolver problemas que não eram para existir como incompatibilidade de drivers e atualizações que pioram a performance ao invés de melhorar. A questão não é o Mac OS ser melhor ou não, é que simplesmente, na minha experiência pessoal de usuária, ele não me deu nenhum trabalho enquanto meu PC da Dell com Windows 8.1 atualizado para Windows 10 só me deu dor de cabeça até agora.

    E, sim, eu acredito que é também responsabilidade da Microsoft garantir uma experiência de qualidade para o usuário de todas as fabricantes com as quais trabalha. É preciso arcar com as consequências de não fazer um hardware, isso não pode ser uma justificativa para falhar com o consumidor, na minha opinião.

    • Fabio Montarroios

      Comprei um Dell vostro 5470 e só passei perrengue com esse notebook. Primeiro com o wireless – no Windows 7 e 10. Tive que comprar um adaptador externo pra usar senão nada feito. E mesmo eu mesmo trocando a placa wireless, pq a Dell se recusou a fazê-lo, ainda assim não resolveu. Com Linux funciona um pouco melhor, mas não tenho como agora usar o Linux em plenitude. Mas a Dell pisou na bola feio nessa máquina. Com Windows 10 passei mais perrengue até conseguir fazer a placa nvidia funcionar. Agora estabilizou tirando um problema ou outro. Nem atualizo os drivers da nvidia com medo de não funcionar mais e ter que ficar caçando solução. O que eu mais senti falta no podcast, mas vcs podem ter falado só que não me recordo, é sobre as mancadas da Microsoft com a questão a privacidade. Acho que resolvi em parte instalando uma solução da spybot. Mas sei lá se resolveu mesmo.

  • Vagner Alexandre Abreu

    Tentei escutar duas vezes, e no meio da conversa acabo perdendo o foco e indo para outro lugar. Sei lá, soa-me sem chamariz… :p

    Sobre minhas experiências de uso com o Windows 10:

    – Já tentei uma vez, mas desisti. Primeiro porque o Windows 10 tem mais rastreamento que o Windows 7. E não é isso que quero. Segundo porque noto que o Windows 7 está redondo o suficiente para não precisar de uma “atualização master de software.

    A propósito, é difícil entender esta de a cada 5 anos (em média) alguém resolver mudar a cara por completo de um software. Tenho uma teoria que o difícil para as pessoas usarem qualquer outro sistema operacional fora o que estão acostumados, é que mudar a interface de uso de um OS é como mexer nos comandos de um automóvel: de alguma forma aprendemos no começo, e queremos que em qualquer outro lugar que mexemos (ou outro veículo, no caso da analogia), os comandos sejam sempre os mesmos. Só tirar um ícone de lugar que um “usuário comum” se perde. Vejo muito isso.

    – O universo de trabalho que tenho necessita que eu trabalhe do XP ao 10, mas alguns casos ou só o XP ou só o 7. Não é possível trabalhar com softwares atualizados porque o sistema dependente do cliente que presto serviço trabalha só com aquela versão do plug-in ou navegador. Quem trabalha com sistemas que dependem de Java e autenticação digital sabem do que falo.

    E não, máquina virtual não resolve (já tentei com o Virtual Box, mas dizem que o VMware funciona melhor. No entanto, não tenho 80 reais por instalação para usa-lo em todas as maquinas que preciso instalar)

    – Como já disseram, o Windows é o sistema “do povão”. Até porque fomos acostumados com ele. Sem hipocrisias: a questão da fácil pirataria, da instalação prática em relação a outros OSs (incluso Linux, que apesar de seus recursos de instalação inteligente, ainda assim faz falta muitos drivers e adaptações a alguns hardwares – fora o fato que muitas vezes tem que se escolher uma distro que é compatível com o equipamento ao invés de usar a distro favorita), do universo de desenvolvedores, sejam amadores, profissionais ou “enrolados”. Enfim, o ecosistema do Windows é muito mais abrangente para usuários comuns. Vide que até hoje acho estranho não existir um quiosque de impressão de fotografias em Linux ou Mac por exemplo.

    – Não tenho recomendado para ninguém a atualização para o Windows 10. Quem assume, falo: olha, depois se não gostar, vou cobrar para tirar (sim, eu sei que tem um botão que aperta e desinstala – mas usuário comum vai atrás de informações sobre isso? Poucos…).

    – Já usei Mac OSX, e o faço eventualmente quando ajudo um amigo fotógrafo.
    Notei que o OSX é bem mais simplório na operação, o que é bacana para usuários comuns. Ele foca em uso do aplicativo e pronto. Sem barras expostas e tudo mais. No entanto, para opções “por baixo do capô” e quantidade de aplicativos e equipamentos compatíveis, o Windows é imbatível. Culpa da indústria ou da preguiça de desenvolvedores? Ou culpa da própria Apple, que desenvolveu um sistema muito fechado?

  • Paulo Nunes

    Por um momento pensei em estar escutando um podcast do Macmagazine.
    Foi tanta coisa desnecessária que eu ouvi, que nem sei como não parei.
    Pessoal que gravou o podcast, principalmente a Emily: Em que ano/década vcs pensam que estão?É,pq esse negócio de que apenas Macbooks são finos, que têm as melhores telas,teclados e trackpads já passou há um bom tempo.A Dell,HP e a MS já têm produtos com tais aspectos superiores ou igual à qualquer Mac. Eu instalei o Windows 10 apenas depois que saiu a atualização de novembro e a minha máquina está excelente. Não enfrentei até o momento, nenhum problema sequer. Muitas pessoas têm relatado esses problemas de wifi e tals,é vdd. Mas isso deve está com certeza associado aos drivers que algumas fabricantes não atualizaram. Não culpa do SO em si. Outra coisa:”Nem sei pq um pessoa que mora nos EUA compra Windows ainda” Gente, como assim?
    Muita gente não gosta do sistema da Apple e instala aos montes nos seus notebooks alguma versão do Windows,seja pra jogar algum jogo, ou por algum programa específico.A própria Apple deixa claro isso no seu próprio site. Já devem ter escutado aquela história:”Mac é o melhor hardware para rodar Windows” e bem que era verdade,e sabe pq(inclusive após o lançamento do W10,fizeram uns testes e o Windows rodou melhor que o OS X naquele Macbook de 12,pesquisem…)?
    Pq os Macs têm hardware de primeira! Como um sistema fechado e desenvolvido aos mínimos detalhes pra tal hardware não vai rodar bem?É um injustiça querer comparar isso com esses notebooks de baixo/médio porte com Windows. Mas agora temos um aparelho da própria MS para competir:SurfaceBook é o MELHOR notebook Windows atualmente.
    E pra terminar:”não sei pra quê aproximar o Windows do móvel”
    Isso foi um erro no Windows 8 como o Guedin falou mas serviu pra alguma coisa;a criação dos híbridos.É sabido que os Pcs de Mesas têm caídos nas vendas ano a ano.E o boom dos tablets, com a Emily falou, já estagnou. Mas a categoria dos híbridos está crescendo e por isso dispositivos como o Surface Pro é o mais bem sucedido da categoria,e olha que até a Apple,seguiu e lançou o iPad Pro.Hje existem clones dos Surface aos montes.A ideia da MS deu certo.E eu sinceramente acho que esses dispositivos são o futuro e que PCs comuns, serão nicho(empresas,comercios e etc). Eu nem queria digitar esse textão,mas esse podcast ficou muito ruim. Com opiniões bem rasas de quem vive na bolha da Apple(o que é compreensível, pois tem gente do Linux que até hje pensa que o Windows é só tela azul) e que não usa realmente o Windows,poderia ser mais equilibrado,mas passou longe disso

  • Olha, não posso negar que o Windows 10 dá um banho em usabilidade se comparado ao Windows 8. Mas ele foi lançado tão cru, tão cheio de incompatibilidades (já formatei o meu notebook 4 vezes em menos de 1 ano), que desanimei totalmente em tentar defendê-lo.
    Depois de muita frustração com atualizações que zoavam o Windows 10, percebi que teria de atualizar diretamente do Windows 8 para as builds mais novas para não gerar mais bugs.

  • Carlos Gabriel Arpini

    Acho que a grande ideia do Windows 8 e seguintes era a o fim da plataforma Win32 e o embarque no sistema de loja de aplicativos o que não deu certo. É a mudança do modelo software como produto para software como serviço.

  • Oliver Schultes

    Péssimo podcast. 3 usuários de mac falando de um produto que não usam cotidianamente. Falaram em resumo, como Mac é lindo e o Windows deveria se parecer com ele. Mesmo se for pra falar mal, mesmo se for pra detonar algo, falem de algo que usam.

    Seria certo 3 usuários de Windows fazer um cast sobre o OSX El Capitan, por exemplo?

    Mas o principal erro foi de roteiro mesmo. Não analisaram o sistema em si, as funcionalidades, a participação de mercado, nem nada. Só fizeram comparar com o OSX que 90 e tantos % das pessoas não usam.

    • Oliver, eram dois usuários de Windows (Emily e Leandro) e só eu de Mac. (Inclusive falamos isso mais de uma vez no programa.) Também falamos do sistema em si, de algumas virtudes e dos seus problemas, embora concorde que boa parte do tempo foi usada para falar de circunstâncias e mercado.

      Comparações são inevitáveis, especialmente nesse caso em que o Windows rompeu com uma tradição em sistemas desktops, de atualizações maiores e mais espaçadas, e a Apple, ainda que não tão espaçadas, se mantém nessa linha com o macOS. E… bem, talvez seja cedo, mas até agora a solução da Apple tem se mostrado melhor.

      • Denis

        “Comparações são inevitáveis” Porém deu entender que se você migrar pro OSX sua produtividade vai aumentar uns 500%. Há casos que realmente o OSX é muito melhor que o Windows, porém dizer que o OSX é melhor por simplesmente dizer que ele é melhor é o mesmo que disse que o Manual do Usuário é um bom/ruim site sem dizer o motivo.
        O Windows 10 tem vários problemas que poderiam ser ditos, porém esse no caso não foi válidos pelo simples fato de que a Microsoft não fez o dispositivo que ela tem.
        Mesmo caso da Google, ela faz o Android, a culpa de ter tralhas no Android não é culpa dela.

  • Antonio Souza

    Tem um Vista até hoje em um HP na empresa e está ótimo agora.
    Foi só passar os 2 GB de RAM para 4 GB e ficou ótimo.
    Mas, queimou na época e agora nem saudades ficou.

    Concordo com a parte de exigência.
    O povo conheceu a grama do vizinho e ficou mais exigência com a sua.
    Antes até grama seca descia de boa. kkkk

  • Antonio Souza

    A Apple trabalha visando didim.
    Tanto que o Windows vende mais, mas a Apple ganha muito, mas muito mais.
    Então, qual lado eu iria preferir? Pois é!

    • A Microsoft também trabalha visando dinheiro. Toda empresa trabalha assim. Há valores, missão e outros incentivos, mas um dos fins é, necessariamente, o lucro.

      A Apple ganha mais porque trabalha com margens maiores, no segmento mais caro e tem consumidores dispostos a pagar o que é pedido. Balizar sua preferência por que quer ganhar menos dinheiro me parece um critério não só ruim como também um meio inútil.

      • Antonio Souza

        Eu dei um fora ali. kkk
        Era para ser bem isso que disse. Valeu.

      • Antonio Souza

        No Brasil é complicado, por causa do preço absurdo, mas um MAC pode ser mais caro (mesmo nos EUA), mas é bem provável que dure muito mais que um PC mediano com Windows, certo?

      • Antonio Souza

        Eu queria mesmo era dizer que preferem abraçar um mercado maior e ganhar dinheiro de outras formas. Com serviço, por exemplo.
        Muitas empresas preferem, por exemplo, vender mais dispositivos baratos, ganhando pouco, mas ganhar mais dinheiro depois com outros produtos e serviços.
        Acho que é isso.

  • Antonio Souza

    Falando em Windows, tenho uns 3 computadores que não querem Windows 10 a nada. Ou o Windows 10 não quer eles. hehehe
    Já tentei de tudo e não vai.
    Tem um que vai, trabalha uns 4 dias e reinicia do nada e volta para o Windows 7.
    O Windows 7 está tudo certo.

    Em outros PCs está bem o Windows 10, mas não tem aquele amor todo que tive pelo Windows XP antes da chegada do Windows 7.

    Enfim, meus amigos usam, a maioria, mas não ligam. Se rodar o que precisam, tá de boa.

    E sobre essa coisa de transformar tudo em dispositivo, não tem alegrado o pessoal por onde eu moro. Eles não estão nem aí com Continuum, UWP essas coisas.
    Nem usam a loja Windows no PC.
    E tem uma galera que não quer o Windows 10. Preferem o 7.
    Já a galera que tem o 8.1 querem ir para o Win10 e se não der certo, querem o Win7, mas não o Win8. Esse, eles não querem mesmo.

    Acho que é só até então.
    Ótimo podcast. Parabéns.

  • Pedro

    Tenho um Z430 da LG comprado em 2013 que veio com Windows 7. A trajetória foi assim:

    1. Update pro Windows 10 que deixou ele incrível e rápido.
    2. Lentidão que me fez o formatar, formatação que melhorou um pouco mas não deixou otimizado igual era no W7.
    3. Upgrade de novembro parecia ser a solução, mas a melhoria no desempenho foi pouco significativa.
    4. Comecei a usar mais o Edge por adorar o modo de leitura dele e o Chrome só pra sites de bancos e algumas coisas menores que só pegam nele. Com isso o desempenho melhorou.

    Em resumo, estou bem satisfeito com o Windows 10 pois ele deu vida nova ao meu note e ainda trouxe várias funções bacanas que otimizaram a minha vida. Usando mais o Edge sinto que o desempenho dele está nos níveis dos tempos de Windows 7.

    • Paulo Nunes

      O Edge realmente está muito bom. Eu tenho usado apenas ele e o Firefox(abandonei o Chrome em 2014); digo que o msm está me surpreendendo. Mais falta algumas coisas, como as extensões e o “arastar e soltar” para arquivos nos sites. Mas já é sabido que essas funções/recursos virão no Update de aniversário.

      • Pedro

        Irado, pois passo raiva com isso e com ele não ter F11. A Microsoft foi muito amadora em lançar um navegador dito inovador sem essas coisas básicas.

  • Fabio Montarroios

    Um dia fui levar o lixo reciclável e havia dois imacs coloridos na lixeira. Me arrependi de não tê-los pego e transformado numa casinha de gato…. Qdo trabalhei com um desses pela primeira vez, eu vi que a informática não precisava ser careta e coisa de gente que usa roupa social pra falar de informática… Uma obra de arte.

    http://www.thetimes.co.uk/tto/multimedia/archive/00274/103657243_iMac_274817b.jpg