Esquema para uso confortável do computador.

Guia Prático #107: As dores físicas que a tecnologia causa

Por
29/1/17, 11h58 1 min 9 comentários

No programa de hoje, eu (Rodrigo Ghedin), Fabio Montarroios e Joel Nascimento Jr. nos reunimos para falar de dores que a tecnologia nos causa. Física e literalmente. Falamos sobre dores ocasionadas pelo uso constante de coisas como teclados, mouse e smartphone, e outros efeitos que elas causam na gente. Atenção: somos leigos, ninguém do programa tem formação na área da saúde ou fisioterapêutica. Comentamos os problemas de coluna e afins com base em experiências pessoais, e só. Se você estiver sentindo alguma dor ou desconforto, procure um médico.

Se preferir, baixe o MP3 e ouça depois. E se você ainda não assinou o programa no seu player de podcasts favorito, faça isso via iTunes ou pelo RSS.

Links citados

Ilustração do topo: Adam Smith/Tripod.

  • Legio

    Mas o pior é a dor na alma. <3

  • Excelente post!

  • No escritório em que trabalho não existe nada relacionado a ergonomia, e a uns meses atrás fizeram uma pesquisa com cada colaborador perguntando sobre isso, e eu disse tudo que precisava, mas eles disseram que não era garantia de compra de equipamento, somente uma pesquisa, e até agora nada, vocês acham que vale a pena eu realizar compra do meu próprio bolso?

    • Legio

      No meu antigo trampo, todo dia de manhã tinha estagiário de fisioterapia que chamava a gente pra fazer terapia laboral. Os equipamentos de ergonomia não eram padrão, mas qualquer um que solicitava recebia. Pros baixinhos tinha apoio pro pé, aquela espuma pra teclado e mouse pra apoiar o pulso e cadeira. Eu usava só a cadeira, muito boa, nem em casa tenho uma igual..

      Faça perguntas pro seu supervisor. Estou com dores na coluna, vocês trocam minha cadeira? Não? Se eu comprar vocês me reembolsam? Não? Posso trazer uma de casa do meu próprio bolso?

      Seu argumento é: Com dores nas costas seu desempenho diminui, e a longo prazo pode causar um afastamento do trabalho, o investimento em equipamento apropriado é muito mais barato pra empresa que tratamento médico no futuro.

      • Já foi solicitado, é o “vamos ver” de sempre, pior de tudo é que é uma empresa multinacional, mal tem plano de cargos e salário…

        Porém estou procurando outra coisa já, pois não adianta nada só reclamar e não fazer nada.

    • Fabio Montarroios

      A cadeira é um trambolho pra vc levar embora depois q sair daí se tiver pago muito caro nela… Mas se vc sente dores e uma cadeira pode resolver o problema, é melhor não esperar. No meu emprego tb fizeram uma pesquisa dessas e pediram sugestões, mas nada relevante foi adquirido… O mouse q me impede de sentir dores nas mãos eu mesmo comprei, assim como um teclado mais curvo q eu uso. Acho q até dariam o reembolso se eu insistisse, mas preferi evitar a chateação q é esse tipo de coisa.

      • Sim, as vezes não vale o preço a reclamação. No momento eu sinto dores no ombros, mas deve ser pq a cadeira não fica em altura adequada, porque o monitor fica baixo (não dá pra levantar mais).

  • Joel Nascimento Jr
  • Infelizmente meus olhos começam a ficar secos e algumas vezes ardiam um pouco ao ficar muito tempo em frente a um monitor/TV.Passei a deixar a luz sempre acessa e amenizou muito, pois assistir com a luz apagada de certa forma força a vista.
    Por isso que é bom um lugar bem claro não importa a hora.

    Eu como sou ansioso sempre levanto da cadeira quando começa a incomodar, quase uma técnica pomodoro rsrs.