Tampas de máquinas de lavar roupa abertas.

O curioso blog que publica reviews de máquinas de lavar roupa

Por
15/4/15, 11h35 9 min 69 comentários

Sites de reviews de produtos não são difíceis de encontrar hoje. Do Manual do Usuário aos especializados de fora, como Cnet e Wirecutter, eles existem aos montes e prestam um serviço importante de auxílio à tomada de decisões na hora de comprar alguma coisa. A expertise de quem entende do assunto, somada ao contato com diversos produtos de uma categoria credenciam alguns desses a dar opiniões influentes.

Aqui, eu testo smartphones, tablets, relógios… gadgets em geral. Por ser uma categoria relativamente nova e, até pouco tempo atrás, um tanto complexa, a demanda por esse tipo de análise é grande. Mas há outras, de mesmo tamanho ou até maiores, negligenciadas pela mídia e mesmo por entusiastas — porque, afinal, testar e escrever sobre um produto dá trabalho. Onde estão os reviews de geladeiras? E os de… sei lá, fogões? Máquinas de lavar roupa? Quando me mudei e “montei” o apartamento, senti falta de uma publicação voltada à linha branca.

Recentemente falamos no Guia Prático, em tom de brincadeira, sobre essa lacuna no mercado editorial brasileiro. Uma lacuna, como descobrimos mais tarde, que não está exatamente vazia. Nos comentários daquele episódio do nosso podcast o leitor YagoG indicou o Roupa suja se lava na máquina, um blog de máquinas de lavar roupa. Existe um blog brasileiro de máquinas de lavar roupa. Até agora, ele estava fora do meu radar. Lógico que, ao saber dele, fui atrás de mais informações a respeito.

Como surge o interesse por essas máquinas?

Fernando chega a ter 15 máquinas em casa.
Fernando ao lado de algumas das suas máquinas. Foto: Arquivo pessoal.

“É bem estranho, na verdade,” admitiu Fernando Ricci, autor do Roupa suja…, sobre sua admiração por  máquinas de lavar roupa. Tão logo li o comentário no podcast indicando seu blog, entrei em contato com ele e marcamos uma conversa. A ideia toda é fascinante, e a execução, boa.

O blog em si, criado no Blogger, conta com uma apresentação simples, por vezes carregada, mas que guarda um conteúdo bastante rico. É o tipo de coisa que só alguém apaixonado é capaz de criar. Fernando coleciona máquinas, costuma ter cerca de 15 (!) em casa e é referência no assunto entre amigos e leitores, alguns fiéis, outros que o encontram pelo Google quando estão perto de adquirir um novo modelo.

O interesse pelas máquinas de lavar roupa vem de cedo. Ele contou que, quando criança, morava com os pais numa casa vizinha, sem muros ou qualquer divisória, à dos seus avós paternos. Ele gostava muito de ir lá, mas sua mãe não, então passou a colocá-lo na frente da máquina quando lavava as roupas da casa, em cima de um banquinho, a fim de distraí-lo. Funcionou. Com o tempo, aquela distração virou uma quase obsessão:

“Eu tenho flashes [de memória] de ir à casa dos meus avós e querer ver a máquina deles; eu ia na casa da minha tia, queria ver a máquina funcionando; eu ia na casa de vizinhos e se a máquina estivesse ligada eu ficava desesperado, corria na lavanderia para ver…”

Quando tinha 12 anos, a mãe de Fernando fez uma cirurgia que lhe exigiu três meses de repouso. As tarefas domésticas foram divididas entre seus dois irmãos e ele, que obviamente ficou incumbido de lavar a roupa suja. Mesmo depois que sua mãe estava totalmente recuperada, Fernando continuou responsável por comandar a máquina.

Aos 18, já trabalhando e ganhando seu próprio dinheiro, a relação com as máquinas de lavar roupa passou ao nível seguinte: “Comecei a comprar máquina de lavar. Eu comprava uma máquina, ficava cinco meses, um ano com ela, e trocava, porque queria conhecer outro modelo, outro funcionamento, eficiência, ouvir outro barulho.”

O surgimento do Roupa suja se lava na máquina

Print do blog Roupa suja se lava na máquina.

A ideia de criar um blog partiu de uma amiga. Fernando tinha o hábito de visitar os sites das fabricantes para saber dos lançamentos. Nessa, reparou que quando uma linha nova aparecia, a antiga sumia do site. E ele gostava de ter informações dos modelos antigos para referência, “consultar características, ver o manual, lembrar do painel de uma máquina antiga.” Vendo esse drama, a amiga sugeriu a criação do blog. “Dele o fabricante não poderá tirar as informações,” disse.

Sem experiência alguma com publicação online, foi desbravar o Blogger. Criou seu espaço e passou três meses coletando todas as informações possíveis do maior número de máquinas de lavar roupa que conseguiu encontrar. Compilou um arquivo de modelos, com informações, fotos e manuais de instruções. E largou o negócio por um tempo. Desconhecia recursos como comentários e estatísticas de visitação do sistema.

Seis meses depois, quando uma nova linha apareceu no mercado, ele voltou à área administrativa do seu blog para atualizá-lo e viu que havia mais coisas lá. Comentários, dúvidas, números indicando a popularidade do blog. “Começou a virar uma bola de neve. A procura era grande.”

Isso foi há seis anos. Hoje, o Roupa suja… tem página no Facebook, canal no YouTube e perfil no Instagram. Recebe, somando todos os canais de contato oferecidos aos leitores, de 60 a 70 dúvidas por dia. E o mais incrível é que ele tenta responder todas — é quase um SAC altamente qualificado, de uma pessoa só, sem custo algum aos interessados.

Felizmente o trabalho é reconhecido, por leitores e pela indústria. Ele foi convidado pela LG a participar do Digital Experience, evento da LG que colocou seu blog no meu radar, e estabeleceu relacionamentos com as principais fabricantes que atuam no país. Recentemente, esteve no Samsung Gourmet View, evento da fabricante sul coreana realizado em São Paulo. Algumas cedem máquinas de lavar roupa para ele testar da mesma forma que diversas assessorias fazem com smartphones e produtos menores.

Talvez a minha maior curiosidade a respeito do blog fosse sobre o público que o visita. É fácil imaginar paraquedistas do Google que chegam desesperados em busca de orientação para uma compra iminente, mas será que o Roupa suja… tem leitores fiéis? Gente que o visita regularmente e é tão interessada em linha branca quanto o autor?

Sim, esse público existe. Vez ou outra, inclusive, Fernando organiza eventos em sua casa com a presença de amigos que fez pelas redes sociais graças à paixão por máquinas de lavar roupa. São os “Wash In”: ele e mais meia dúzia de leitores, todos homens, se reúnem nos fins de semana para confraternizar. Conversam, comem e, claro, lavam muita roupa.

Já os amigos mais próximos não-adoradores dessas máquinas acham estranho o hobby, mas estão acostumados. Os de menos tempo geralmente reagem com espanto, na linha do “meu deus, para que tudo isso de máquina!?” É sempre uma surpresa.

O blog não é uma fonte de renda para Fernando. Alguns anúncios do Google são vistos e produtos com links de referência apareceram recentemente, mas segundo ele não é algo constante, ou mesmo que acrescente muito ao fim de cada mês.

Nos últimos anos Fernando trabalhou em algumas operadoras de telefonia móvel e, atualmente, escreve análises de equipamentos da linha branca para o Buscapé. Ele também tenta emplacar o Tá Testado, um novo blog de escopo maior, com análises de refrigeradores, micro-ondas, fritadeiras etc. “Meu pai sempre falou que eu gosto de tudo que vai na tomada, e é verdade. Adoro micro-ondas, adoro refrigerador, adoro forno elétrico, lavar louça, eletroportátil, adoro tudo isso.”

Como acertar na compra de uma máquina?

Máquina de lavar apresentada pela Samsung na CES 2014.
Foto: SamsungTomorrow/Flickr.

Foi meio difícil não tentar, mentalmente, traçar alguns paralelos entre as análises de máquinas de lavar roupa do Fernando e as de gadgets, que faço aqui no Manual do Usuário. Desse modo, não resisti à pergunta que, provavelmente, ele deve ouvir com frequência: o que considerar na hora de comprar uma máquina dessas?

É um universo de variáveis. Da capacidade ao método de entrada das roupas, tudo conta. “É legal ver o agitador, como é o formato dele, porque isso influencia muito. A largura das pás, velocidade de centrifugação, consumo de energia, funções disponíveis no painel… Tem bastante coisa que precisa ver.”

Felizmente, algumas dicas são universais. Se não houver restrição de custo, explicou, dê preferência a máquinas com abertura frontal (“front load”). Segundo ele, essas máquinas “são mais econômicas, mais eficientes, desgastam menos o tecido.” Outra dica, essa de cunho mais prático, é prestar atenção ao agitador:

“Algumas máquinas praticamente não tem pá alguma, só um espiral em cima e embaixo, com umas ondinhas que não farão quase nada. Ali você já vê que a máquina não é muito eficiente. Mas se é um agitador que tem muita pá, ele será mais agressivo com a roupa. Então tem um monte de coisas pra analisar.”

Ele disse ainda que costuma frequentar lojas do varejo, como Fast Shop e Casas Bahia, para ter uma noção melhor do comércio e de alguns modelos que não consegue emprestar das fabricantes e não pode comprar, e que ficam expostos em funcionamento nessas lojas — nesses casos, passa o dia fazendo ciclos para formar uma opinião.

Vez ou outra ele “ouve cada barbaridade” dos vendedores que tentam ajudar consumidores indecisos, e que esses compram tais produtos de três formas:

  • Chegam à loja determinados a comprar tal modelo.
  • Ouvem e se deixam guiar pelo papo do vendedor.
  • Compram a máquina mais bonita.

Só que, explicou Fernando, ver uma máquina desligada é só metade da história. Não dá para saber se ela é eficiente, se faz barulho, é impossível verificar algumas características importantes desse modo. Pesquisar antes, e aqui o Roupa suja… se revela uma ajuda e tanto, é primordial.

Numa web com tantas possibilidades e paradoxalmente repleta de blogs “mais do mesmo,” encontrar pequenas pérolas como esta é sempre uma grata surpresa. Afinal, você pode até gostar mais de smartphones, mas ele (ainda) não lava as suas roupas.

Foto do topo: Theen Moy/Flickr.

  • Eduardo Freitas
    • Muito bom! Para quem ficou curioso, a participação do Fernando começa aos 16min40s.

  • thiagones80

    Cara!!! Já cai de para quedas no blog dele para tirar dúvidas sobre minha maquina de lavar… Uma antiga que quebrou e a nova que mais parece um gadget. Essa última tem o manual bem fraco e o blog dele me ajudou em algumas dúvidas na hora de instalar a máquina.

    É bem sensacional porque esse tipo de coisa faz falta mesmo. Outro dia fuçando na Fast e vi um microondas com painel touch, de celular. Era lindo mas também a coisa mais lerda q ja vi desde um desses Galaxy anões. Nada responsivo e que deve irritar muita gente. Se não é a visão gadget que temos, um leigo pode comprar e se arrepender depois.

    Quando se está montando um apartamento, vc dá tanta… Mas TANTA cabeçada, que um blog referência como o dele faz muita falta mesmo.

    • tuneman

      e você nao é o unico.
      a minha escrava branca foi comrpada usada por uns 200 reais e funcionou bem por muito tempo, mas já mostra sinais de cansaço.

  • D’ Carvalho

    Assisti 4 vídeos dele no youtube e parei pra pensar: O que eu estou fazendo!? Nunca quis uma nova lava-roupas!

    Não sei o porquê, mas tenho um fascínio por reviews rsrs

  • D’ Carvalho

    Perguntar pra ele qual é o “moto G” das lava-roupas. =)

    • Conta apagada

      Electrolux =3

  • Yago G.

    Encontrei o Roupa Suja se Lava na Máquina por acaso numa necessidade de comprar uma máquina. Pensei comigo: “deve existir alguma coisa sobre isso na internet”, me deparei com este blog, gostei bastante e mostrei para algumas pessoas dizendo que seus vídeos eram a melhor coisa da internet.
    Parabéns Ghedin e Fernando!

  • Tais

    Well that was unexpected xD nunca sequer cogitei haver um blog com essa abordagem. sem dúvidas é bem interessante! por essas e outras que curto ler o manual do usuário.

  • Tais

    Well that was unexpected xD nunca sequer cogitei haver um blog com essa abordagem. sem dúvidas é bem interessante! por essas e outras que curto ler o manual do usuário.

  • Lucas Moreira

    Na mesma linha de reviews inusitados, uma vez cai nesse site aqui:
    http://refrigerando.com/

    É sobre reviews de refrigerantes :3

  • Witaro

    Ghedin, já pensou em fazer reviews de alguma categoria de produtos diferente? Eu me lembro da vez que o Gizmodo fez review de sanduíches da copa, foi divertido e útil (não como nesse fastfood, mas graças ao review é a única exceção que faço por causa do sanduba representando a Itália): http://gizmodo.uol.com.br/gizmodo-brasil-na-copa-serie/

    • No começo do ano estava desenvolvendo a ideia de uma coluna REVIEW DE TUDO aqui no Manual do Usuário, com coisas de refrigerante (olha aí, @disqus_7TFULfYSwp:disqus !) a vestuários. Já tinha até rascunhado o primeiro post e feito as fotos, mas abandonei a ideia por divergir muito da temática do blog.

      Vez ou outra escrevo sobre livros e filmes, aqui no Manual mesmo.

      • Saulo Benigno

        Sou a favor dessa idéia ir para frente :)

        Alguém mais aqui gostaria de um REVIEW DE TUDO?

        • Frederico

          SIM!!!!!!!!!

          • Bom saber que existe essa DEMANDA. Pensarei melhor na ideia :)

          • Pedro Henrique

            Também concordo, só com uma ressalva, desde que não tome o tempo das matérias interessantes que você já vem fazendo.

  • Eu comprei minha maquina de lavar por referencia deste blog ai! e realmente é muito boa! E barata!

  • Essas ideias assim me lembram da época em que eu fazia capturas de vídeo, lá pelos idos de 2003/2004, e cheguei num fórum que ficava na Insite e tinha um cidadão lá que era A autoridade nesse quesito.

    O nick do cara, se não me falha a memória, era “Fantasma que anda” testava várias placas, seja comprada em loja ou de outros usuários, sempre dava dicas aos novatos e talz. Só que não acabei enveredando por esses caminhos pq minha máquina e a placa de captura não ajudavam muito pra fazer um bom trabalho.

    O bom da internet é que ela dá voz para essas “pequenas coisas” e faz com que ela cheguei aos semelhantes, sem ter a desculpa de que “ninguém lê isso”.

    • De certa forma a TECNOLOGIA, no sentido do que abordo aqui no Manual do Usuário, era um desses nichos até uns quatro, cinco anos atrás. Falava-se de placas e montagem de PCs, software que era majoritariamente utilitário e equipamentos caros/corporativos. Existia o mercado doméstico, mas ele era bem mais restrito antes da popularização dos smartphones, muito menor do que é hoje.

  • Victor Ferreira

    Muito legal a idéia e o conteúdo é bem produzido. Agora só falta investir em design no blog a melhor qualidade nos vídeos!

  • Mateus Azevedo

    Não é o tipo de assunto que chama atenção, que eu queira saber as últimas novidades e tudo mais (como a maioria dos gadgets).
    Mas tenho certeza que me será muito útil quando eu precisar comprar uma máquina nova.
    É aquele tipo de coisa que a gente não da bola até precisar.

  • ial

    Continuando na linha dos reviews inusitados: Ghedin foi o primeiro a fazer review de site/blog de reviews.

  • ial

    Sobre o blog do Fernando, é muito bom mesmo, material de referência de qualidade, eu e minha irmã já fuçamos e usamos como critério principal de escolha, principalmente as respostas dele às dúvidas de outros leitores nos comentários.

    • ial

      E tem um detalhe que minha irmã está adicionando aqui agora: a escolha da máquina pela recomendação do blog foi super acertada, uma Consul CWC10 que já tem 1 ano e meio de uso semanal e está como nova. Super silenciosa, muito boa. Fiz até merchan, rs.

  • Interessante porque atualmente uma máquina de lavar roupas daora é um dos meus sonhos de consumo. Quem diria.

  • Milton Rodrigues

    Bom! Lá pelo menos não deve ter tanto fanboys. Somente piadas do tipo: “não é uma Brastemp, mas é uma boa máquina”.

  • Saulo Benigno

    Que sensacional, e logo agora que estou procurando uma nova máquina para minha casa. Esse blog caiu como uma luva. Muitas características, que eu nem sabia que existia :)

    Perfeito, valeu Ghedin

  • Pedro Henrique

    Legal. Eu já perdi muito dinheiro por causa de uma máquina de lavar que sempre quebrava semanas depois do vencimento da garantia do conserto, parecia até pegadinha.
    Ghedin, você que me parece bastante curioso em vasculhar a internet. Qual melhor site de review americano que aborda de tudo um pouco?

    • Eu confio muito no Wirecutter: http://thewirecutter.com/ Faz algum tempo lançaram um “spin-off” para utilidades domésticas, o Sweethome, que segue a mesma linha: http://thesweethome.com/

      • Pedro Henrique

        Vlw Ghedin.

      • David

        Wirecutter realmente é o melhor

        • O duro de avaliações assim é que há muita paixão envolvida. É difícil alguém que paga pelo produto ter o discernimento de avaliá-lo desconsiderando o dinheiro investido. (Em outros termos, reconhecer ter feito um mau negócio pega mal, faz com que a gente se sinta idiota ou, no mínimo, alguém que faz más escolhas. Ninguém gosta de se sentir assim, muito menos de se expor de tal maneira.)

          • David

            Concordo em partes Rodrigo. Na minha opinião este sentimento de “não derrota” rola mais entre pessoas conhecidas, mas não tão próximas, entre vizinhos por exemplo. Porém você me vez refletir aqui, pois eu não tenho vontade de espelhar meu problema com a máquina de lavar no meu Facebook, mas quando ela chegar da autorizada, não pouparei tempo em manda um review para a Gatry ou postar um vídeo no Youtube. Pois de certo modo, estarei retribuindo um pouco à marca a situação desagradável que o produto me fez passar, além de poder alertar outros consumidores.

            Talvez esse seja um bom tema para um futuro artigo: “Como não se arrepender de suas compras”. Pois o modo que consumimos mudou e está mudando muito com a internet.

  • Frederico

    Acho que essa foi uma das melhores coisas que li esse ano. Fantástico, Ghedin! Fantástico, Fernando!

  • Conta apagada

    O interessante na internet é o fato que abriu caminhos para nichos-bem-nichos, coisas que temos preconceito no inicio, mas sentimos falta de falar sobre. E no final, é aquela coisa da oportunidade que abre novos caminhos. Agora é pensar que daqui a pouco vai ter carinha de 8 anos fazendo a mesma coisa para tentar ganhar grana via net. :3

    Tipos “incomuns” que conheço (ou já ouvi falar) na internet (e alguns já até participei) e de alguma forma ajudam sobre algo relativo à área.

    – Busólogo (fãs de ônibus – já participei de grupos, hoje estou mezzo fora) – aprendi bem sobre transporte público com alguns destes caras
    – Entusiastas ferroviários ou Ferro-fãs (também já participei e estou fora) – aprendi também e até já conheci uma vez um dos presidentes da CPTM.
    – Fãs de sapatos e/ou tenis, sejam de modelos específicos, ou geral. – tenho amigos que costumam participar para ver modelos que se adequam a ele.
    – Audiófilios / Fãs de equipamentos de audio e video com qualidade superior (no Brasil, os representantes são o pessoal do HT Fórum)
    – Fãs de brinquedos
    Etc…

    PS: Lembremos da investigação do Ghedin sobre o mundo dos “Flogueiros de Caminhões” também, né?

  • Junior Lessa

    Existe esse público fiel mesmo e faço parte dele. Fernando extremamente atencioso deu o aval para eu comprar minha Noblige na qual tem me deixado muitíssimo satisfeito. Mesmo eu não usando facebook, pelo menos 1 vez por semana dou uma xeretada na page dele pra ficar por dentro dos reviews e novidades. Ta de parabéns

  • Perfeito. Ótima dica!

  • Bernardo

    Fugindo um pouco dos reviews de produtos digamos, “exóticos”, alguém conhece um blog ou site realmente bom com reviews de TVs?

  • Bernardo

    Fugindo um pouco dos reviews de produtos digamos, “exóticos”, alguém conhece um blog ou site realmente bom com reviews de TVs?

    • doorspaulo

      Não é exatamente um site dedicado a isso, mas no http://www.htforum.com/forum/ você acha de tudo sobre tudo quando é TV, inclusive reviews dos usuários.

      • Bernardo

        Conheço, tem muita fonte de informação, mas precisa saber filtrar, tem muita fanboyzice e são poucos os usuários que realmente entendem do que dizem. Mas seria interessante encontrar algum site nacional equivalente a um http://www.hdtvtest.co.uk ou o http://www.digitalversus.com. Considerando que TV é um produto tão popular, chega a ser estranho a falta de fontes de informação confiáveis e abalizadas por aqui.

        • doorspaulo

          Concordo! Já usei muito o HT Fórum para esse fim, mas também usei bastante o HDTV test.

          O duro é o custo para avaliar as TVs, já que poucas empresas enviam produtos para teste no BR (e se você faz um review negativo, não enviam mais).

          Se tivesse grana, montaria um site desses.

          • Bernardo

            Taí uma janela de oportunidade interessante. Um site desse, se feito com conhecimento de causa e isenção, com certeza ia gerar tráfego. O HT é bom, mas ninguém merece ter de pesquisar umas 200 páginas de um determinado produto para aproveitar umas poucas. E nem todo mundo lê inglês para aproveitar o conteúdo dos sites gringos (além das mudanças de nomenclatura dos produtos nas versões nacionais, que dificultam a busca dos equivalentes gringos).

          • doorspaulo

            Sim, essa questão do modelo equivalente é um empecilho.
            Tem que sair garimpando informações até encontrar o modelo com mesmo painel lá fora, para aí procurar o review.

            []s

  • Melissa Vido

    Muito bacana dar destaque a quem faz as coisas por gosto e reparte informações despretensiosamente e com propriedade!

  • doorspaulo

    Já cai de paraquedista no blog dele quando estava procurando uma máquina nova.
    Analisando os reviews, peguei uma Consul Maré 7,5Kg.

    Ela seria o Moto G das máquinas!

  • José Lages

    Fernando me ajudou quando casei e fui adquirir minha primeira máquina. Topei com o blog pesquisando no google!

    Mandei emailsbcom duvidas e ele indicou pontos positivos e negativos de cada modelo que tinha em vista!

    Excelente blog!

  • Louis

    Isso é ótimo e extremamente útil. Seria ótimo ter sites/canais que também fizessem reviews de geladeiras, fogões e micro-ondas.

  • Fernando Ricci

    Olá pessoal, tudo bem?

    Quero agradecer à todos pelas mensagens e pelo carinho e em especial ao Rodrigo Ghedin pela matéria.

    Fiquei muito feliz ao ler comentários aqui de pessoas em que o meu blog ajudou de alguma forma na escolha da lavadora e que estão satisfeitas com a máquina adquirida. Isso pra mim é muito gratificante e só faz com que eu me dedique cada vez mais a esse trabalho que amo tanto.

    Obrigado à todos e qualquer coisa estou à disposição!

  • Pedro Augusto

    Eu vi isso e a primeira coisa que eu pensei foi: internet tem nicho pra absolutamente TUDO.

  • Eu já cai de paraquedas nesse blog, tinha um review COMPLETO da máquina que comprei, foi sem dúvida alguma fator determinante para minha compra.

    Obrigado Fernando!

  • Eu tb cai no blog do Fernando quando precisei trocar a máquina aqui de casa, e graças aos reviews aprendi quais eram os modelos novos e antigos, me ajudou bastante a comprar a máquina

  • Como ex-técnico de linha branca, também tenho uma “queda” pelas lavadoras…

  • David

    Cheguei aqui exatamente por ter me dado mal com uma lava roupas faz tudo de “última geração”. Pelo menos acabei conhecendo dois blogs interessantes. Ótima matéria.

  • tielle

    olá Fernando, estou querendo comprar uma lava e seca de 8,5 kg até 10 kg, me interessou dois modelos; LG TOUCH WD1412RT FRONTAL 10,2 KG OU Samsung Eco Bubble WD106UHSAWQ Frontal 10,1 KG, você me indicaria esses modelos ou algum outro, pois estou com duvidas em relação a durabilidade e qualidade do produto, pois li muitas reclamações de varios modelos que vi.

  • Simone Ferreira Rocha Gonçalve

    Tentei pelo blog, não consegui. Sigo este novo canal de contato. Seu blog é interessantíssimo.
    Estou em dúvida na compra da brastemp 11 kg BWK 11A e a BWH11A. Não entendi a diferença das duas.
    Quero uma maquinas que atenda desde as roupas intimas até edredons. Qual você indica, quais as diferenças entre elas. Voce me indica outra máquina. Obrigada.

  • José Azevedo

    A máquina de lavar roupa é hoje em dia um bem essencial em cada casa e por isso é bom ver que cada vez mais existem soluções para o utilizador efetuar a melhor escolha ao comprar uma máquina. Em Portugal não temos um blog que seja conhecido que aposte neste nicho de mercado e por isso a minha empresa http://www.afontec.com criou um blog na sua página para colocar artigos sobre este assunto. Estamos a começar mas nos próximos tempos vamos criar mais artigos sobre estes equipamentos e outros. Visitem-nos.

  • ruth

    OI Fernando eu sou sua fã, como faz pra comprar um dosador? Eu não to achando pra comprar

  • Tiago Matos Damasceno

    Olá Fernando, preciso de uma dica para comprar uma máquina de 10 a 12 kg com o valor na faixa dos 1500 reais

  • Tiago Matos Damasceno

    Qual é a “moto g” na faixa dos 10 kg?